7 coisas que você precisa saber antes de colocar silicone

7 coisas que você precisa saber antes de colocar silicone

Muitas pessoas têm o interesse em melhorar o aspecto físico através da cirurgia plástica e uma das operações mais comuns, realizadas em todo o mundo, é o implante das próteses de silicone. O aumento do volume dos seios costuma ser o maior desejo de grande parte das pacientes, seguido pela utilização do silicone na região glútea (para aumentar o volume do bumbum) e sendo ainda possível de ser utilizada em outras partes do corpo, como na panturrilha, por exemplo.

Apesar de ser considerada uma cirurgia estética e eletiva, o implante de silicone também tem função reparadora, seja pela diferença de tamanho entre os seios ou mesmo após a retirada de um câncer de mama.

Independentemente da motivação para a cirurgia e mesmo sendo um procedimento rotineiro em muitas clínicas pelo país, existem algumas questões que o paciente precisa ter ciência antes de agendar a sua operação. Separamos 7 informações importantes para você, que está pensando em realizar este procedimento, que você deve ficar de olho:

Onde será colocada a prótese

No caso das cirurgias de mama, as próteses podem sem colocadas por baixo da glândula mamária ou por baixo do músculo peitoral. As duas técnicas têm vantagens e desvantagens. Na primeira, a prótese é alojada entre o tecido mamário e o músculo e costuma apresentar menos dor no pós-operatório. Costuma ser indicada para mulheres mais magras, mas dependendo da quantidade de pele para cobrir a prótese, pode ficar um pouco artificial.

A aplicação da prótese por baixo do músculo peitoral é feita mais profundamente, abaixo do peitoral e, apesar de ter um aspecto mais natural, não é muito indicada para mulheres com a musculatura muito forte, pois há risco de deslocamento. O pós-operatório também costuma ser mais doloroso mas, em compensação, há menos risco de contratura capsular (fibrose em volta da prótese que pode alterar o formato e causar dor) em relação à primeira técnica.

O tamanho correto da prótese

Não existe um tamanho correto para a escolha da prótese de silicone, pois vai depender do tamanho da paciente, do tamanho que deseja que fiquem seus seios e de conversar com seu médico sobre a melhor opção para seu tipo físico – para que fique simétrico e harmonioso. Mulheres com tendência a engordar ou que pretendem engravidar devem ficar atentas para que os seios não fiquem exagerados ou desproporcionais.

O formato correto da prótese

O formato correto não tem segredo, é aquele que mais agrade. Existem dois formatos básicos de prótese: a redonda e a gota. Para saber o melhor formato para o seu tipo físico é aconselhável experimentar as próteses por baixo da roupa, simulando como ficaria no seu corpo até escolher o formato ideal.

A cicatriz

As cicatrizes resultadas de cirurgias de mama podem ocorrer abaixo da mama, em volta da aréola ou na axila, dependendo do procedimento escolhido. Pessoas com tendência a queloides devem evitar a prótese debaixo da glândula mamária, pois trata-se de uma região de má cicatrização. A segunda técnica, no entanto, não costuma ser indicada para mulheres que nunca tiveram filhos pois pode prejudicar na amamentação, na sensibilidade e pode não haver sobra de pele.

Como é o pré-operatório

No pré-operatório da cirurgia de mamas são pedidos alguns exames, como hemograma, teste de coagulação, HIV, função renal, eletrocardiograma e ultrassom (para mulheres até 35 anos) ou mamografia (para mulheres acima de 35 anos). Além disso, é recomendado que a paciente não fume ou faça ingestão de álcool nos dias que antecedem a operação.

O pós-operatório

Os dias após a cirurgia de mama são de repouso e a paciente precisa ser cuidadosa para não molhar o curativo até a retirada dos pontos, que ocorre em 14 dias após a cirurgia. A orientação é de que não se levante os braços ou durma de bruços pelo menos nessas duas semanas. Também não é aconselhável dirigir ou fazer qualquer esforço por 20 dias, sob o risco do deslocamento da prótese. Algumas atividades só são liberadas pelo médico após 2 ou 3 meses.

Troca da prótese

Sim, as próteses devem ser trocadas entre 10 e 15 anos, pois ficam envelhecidas e perdem a capacidade de reter o silicone. Para saber o melhor período da sua troca, consulte o seu médico.

Agora que você está por dentro de todas as informações mais importantes sobre o silicone, a dica é: procure um médico de confiança, converse com ele, explique seus motivos e suas expectativas e conte com a orientação dele antes, durante e depois da sua operação. Se ainda tem dúvidas, deixe nos comentários que lhe ajudaremos.

Adicione um comentário

*POR FAVOR, PREENCHA OS CAMPOS CORRETAMENTE.

Posts relacionados

Contratura capsular de mama. O que é e qual o tratamento?
Recebemos algumas dúvidas sobre a contratura capsular, que é uma complicação que pode acontecer no pós cirúrugico de prótese de mama em cirurgias que foram feitas de 5 a 20...
Como escolher o tamanho ideal de prótese de silicone para o seu tipo de corpo
Como escolher o tamanho ideal de prótese de silicone para o seu tipo de corpo
Possivelmente você já viu mulheres que exageraram no tamanho da prótese de silicone e acabaram conquistando um visual demasiadamente chamativo e artificial, não é mesmo? Além disso, extrapolar nas dimensões...