Administração de clínicas: 6 práticas para fazer de forma eficiente

5 minutos para ler

Realizar a administração de clínicas de cirurgia plástica de maneira eficiente é uma tarefa muito desafiadora, afinal, são muitas as atividades que precisam ser executadas e um pequeno erro pode causar grandes complicações para o negócio.

Pensando nisso, elaboramos este conteúdo com 6 práticas que podem ser implementadas para garantir uma gestão eficaz. Acompanhe!

1. Adote o prontuário eletrônico

O prontuário médico é um dos documentos mais importantes nas clínicas médicas. Nele consta todo o histórico do paciente, diagnósticos, exames realizados, entre outros, permitindo um controle e atendimento personalizado. Adotar o prontuário eletrônico (PEP) é uma ótima alternativa para assegurar que nenhuma informação se perca ou seja trocada com a de outro paciente.

Com a evolução da tecnologia, são inegáveis os benefícios do PEP como uma forma de melhorar a comunicação entre os profissionais da área da saúde, já que, por meio dessa ferramenta, é possível visualizar imagens digitais, inserir exames, consultar informações relevantes, fazer prescrições, entre outros.

2. Conte com o auxílio da tecnologia

Por meio de um software de gestão é possível aperfeiçoar todas as atividades que fazem parte da rotina da clínica, desde o agendamento até a consulta, controle de estoque, gestão de documentos dos pacientes, gerenciamento financeiro, entre outros.

No entanto, como existem diversos modelos disponíveis no mercado, o ideal é realizar uma pesquisa e entender a funcionalidade de cada um para escolher aquele que mais se ajusta às necessidades da sua clínica.

3. Preze pela gestão da agenda

Uma outra maneira de melhorar a administração de clínica é usar as facilidades proporcionadas pela inovação, contando com ferramentas que possibilitam um bom controle da agenda. Isso simplificará o acesso a dados dos pacientes, como também ajudará a averiguar o status do atendimento e a verificar o tempo de consulta, garantindo uma melhor organização dos horários.

Além disso, é possível enviar avisos aos pacientes com a finalidade de lembrar e confirmar as consultas agendadas, reduzindo de forma considerável as faltas e atrasos que podem impedir outras pessoas de terem o atendimento esperado, afetando a lucratividade e prestação de serviços da sua clínica.

4. Capacite e treine a equipe

Ter uma boa equipe de trabalho como parceira é essencial para o sucesso da clínica. Afinal, se os profissionais não estiverem comprometidos, será impossível alcançar os objetivos e metas do estabelecimento. Para garantir esse engajamento, é necessário fornecer treinamento e capacitação a todos os envolvidos.

Dessa forma, todos poderão trabalhar de forma integrada, com foco na cultura empresarial, por meio de uma comunicação eficiente, além de prezar pelos princípios morais e éticos que envolvem as atividades do negócio, e estarem preparados para todo o tipo de situação, garantindo uma experiência satisfatória aos pacientes.

Também é necessário ensinar para todos da equipe como utilizar o sistema de gestão implementado e demais ferramentas da clínica, evitando falhas que podem atrapalhar o desenvolvimento das funções.

5. Invista no controle das finanças

Uma clínica de cirurgia plástica deve investir no gerenciamento efetivo das finanças, assim como qualquer outro estabelecimento. É necessário gerir o controle do fluxo de caixa, tanto as entradas quanto as saídas, como contas de água, luz, telefone, pagamento de fornecedores, precificação dos serviços etc.

Também é preciso ter atenção ao pagamento de impostos e cumprimento das obrigações fiscais e tributárias. Para isso, o mais indicado é deixar as planilhas de lado, e contar com um sistema para auxiliar na administração financeira da sua clínica para que seja possível a manutenção sustentável do negócio.

6. Defina métricas de resultado

Para saber se o negócio vai bem, é necessário definir formas de mensurar o sucesso das atividades desenvolvidas. Por meio do estabelecimento de métricas, é possível criar parâmetros e avaliar a performance da clínica. Entre os indicadores que podem ser usados estão o Retorno sobre Investimento (ROI), lucratividade, satisfação dos clientes, entre outros.

Ao entender se as ações implementadas vêm gerando resultados positivos ou negativos, fica mais fácil tomar as decisões mais adequadas, além de fazer uma reestruturação daquilo que não está dando certo com o intuito de garantir respostas mais efetivas.

Agora que você já sabe o que pode ser feito para garantir uma administração de clínicas de cirurgia plástica de qualidade, aproveite para colocar as dicas apresentadas em prática, e evitar erros que podem impactar a competitividade do negócio.

Gostou deste post? Então, siga nossas redes sociais para ficar por dentro das estratégias para melhorar o desenvolvimento da sua clínica. Estamos no Facebook e Instagram!

Posts relacionados

Deixe um comentário