Conheça as principais cirurgias plásticas para os seios Conheça as principais cirurgias plásticas para os seios

Conheça as principais cirurgias plásticas para os seios

4 minutos para ler

Seios grandes, pequenos demais, ou flácidos. Todos esses motivos têm levado milhares de mulheres, no mundo todo, a procurar intervenções cirúrgicas para corrigir as insatisfações. Isso porque, ao contrário de outras regiões do corpo que podem ficar mais bonitas apenas com uma reeducação alimentar e atividades físicas, os seios necessitam da cirurgia para ter a aparência modificada.

Mas qual cirurgia realizar? Tudo depende da sua situação e seu objetivo. Portanto, confira a seguir as três principais técnicas do mercado e as indicações de cada uma delas:

Para aumentar: prótese de silicone

O implante de silicone é uma das cirurgias mais realizadas em todo o mundo. Mas antes de agendar o procedimento analise com cautela todos os aspectos, uma vez que qualquer tipo de intervenção cirúrgica pode oferecer riscos.

Nesse tipo de procedimento, normalmente a paciente é submetida a anestesia geral, acompanhada de sedação. A cirurgia dura pouco mais de uma hora e alguns profissionais conferem alta ao paciente no mesmo dia.

A prótese pode ser colocada tanto debaixo do músculo peitoral como abaixo da glândula mamária. Este último caso tem sido mais recomendado por conferir uma aparência mais normal ao seio. Já a outra técnica é mais adequada para quem não possui praticamente nenhum tecido mamário. Nos dois casos é possível amamentar normalmente.

Mesmo que tenha sido liberada do hospital em 24 horas, a paciente só retira os pontos entre sete e 15 dias após a cirurgia, de acordo com a cicatrização. Em cinco dias, porém, já é possível voltar a realizar todas as atividades normalmente. A cirurgia de implantação de silicone leva cerca de um mês para que a pele se aproxime da coloração normal e a cicatriz é bem discreta.

Para diminuir: mamoplastia redutora

Assim como existem mulheres com o desejo de obter seios maiores, há outras que sofrem com o excesso de volume. Seios grandes, em geral causam problemas, principalmente na coluna. Para casos como este, médicos recomendam a mamoplastia redutora.

Ela consiste na retirada de tecido mamário gorduroso e pele, remodelando-o para que ele fique com aspecto natural. Quanto maior for o seio, mais complicada é a cirurgia e provavelmente a cicatrização. O corte pode ser feito na área da aureola ou em formato de T invertido, iniciando ao redor da auréola.

O tempo de duração do procedimento varia de acordo com a complexidade de cada caso, mas no geral não ultrapassa quatro horas. A anestesia utilizada pode ser a peridural com sedação ou então a geral. Na maioria dos casos, a paciente não sai no mesmo dia do hospital e pode levar de uma a três semanas para retomar as atividades normalmente.

A cicatrização completa demora alguns meses, de acordo com o organismo do paciente.

Para levantar: mastopexia

É até natural que, com o passar do tempo, os seios ganhem uma forma diferente. Gravidez, falta de atividade física e oscilação de peso podem interferir diretamente no formato deles. Para retomar aquela aparência jovial, a cirurgia recomendada é a mastopexia. Ela pode ser acompanhada ou não de implante e é indicada para mulheres que tenham entre 30 e 50 anos e que estejam dispostas a cuidar do corpo.

Quando não há a colocação da prótese, o profissional apenas retira o excesso de pele, remodelando o formato. Se a paciente preferir o silicone, então ele é implantado após a retirada da pele.

O procedimento dura três horas em média e a paciente fica hospitalizada por, pelo menos, um dia. Para voltar às atividades normalmente será necessário esperar um mês. Os resultados poderão ser notados após três meses e nesse período é muito importante que a paciente siga todas as instruções do médico, como, por exemplo, evitar a exposição ao sol por no mínimo 40 dias.

Essas são as principais cirurgias procuradas pelas mulheres que querem modificar de alguma forma os seios, para deixá-los mais bonitos. Mas lembre-se sempre que, antes de agendar o procedimento é necessário pesquisar um bom profissional, respeitar todas as recomendações dele para antes, durante e após a intervenção, certo?

E você, já realizou alguma cirurgia nos seios? Como foi a sua experiência? Qual desses procedimentos você tem vontade de realizar? Conte pra nós através dos comentários!

Posts relacionados

Deixe um comentário