Prepare-se para a sua lipo com essas 5 dicas

Prepare-se para a sua lipo com essas 5 dicas

Enfrentando dificuldades para se livrar daquele excesso de gordura que teima em permanecer ao redor do abdômen, coxas, costas, mesmo após muita malhação e dieta equilibrada? Optar por uma lipoaspiração pode realmente ser a melhor alternativa.

Antes, no entanto, será necessário tomar algumas precauções. Em primeiro lugar, é importante escolher um profissional de credibilidade e que lhe passe confiança. Tenha em mente que ele será o responsável por tirar todas as suas dúvidas. Ainda assim, se você está apenas curioso para saber o que deve ser feito antes do procedimento, neste post elencamos cinco medidas importantes para estar bem preparado para a cirurgia:

Às vezes, é necessário emagrecer antes de operar

A lipo consiste em um procedimento no qual o médico faz uma pequena perfuração na região onde há o acúmulo de gordura e injeta um líquido para diluí-la e, assim, retirá-la (é uma sucção com uma cânula) com mais facilidade. Cabe dizer, contudo, somente de 5 a 7% da gordura corporal pode ser retirada por meio da lipo. Portanto, esse procedimento só deve ser feito por quem está muito próximo de seu peso ideal. Afinal ela só vai ajudar no contorno do corpo e não deve ser usada como método para emagrecer. Por isso, se o seu médico julgar necessário, você precisará se submeter a uma dieta e a uma rotina mais “pesada” de exercícios, para emagrecer antes da lipo.

Parar de fumar semanas antes ajudará na cicatrização

Depois da primeira consulta, seu médico solicitará uma série de exames, para ter certeza da viabilidade da lipo. Se você é fumante, esse é o momento ideal para começar a diminuir o uso do tabaco.

O fumo faz com que o tecido não receba a quantidade de oxigênio necessária, interferindo na boa cicatrização, o que é fundamental em qualquer cirurgia. Por isso, o ideal é suspender o cigarro semanas antes, para que o corpo também se adapte com a ausência das substâncias do cigarro. Quem sabe assim você não se livra de vez deste vício?

Lembre-se de avisar ao cirurgião sobre todos os remédios que você toma

Alguns medicamentos podem causar problemas durante e após a cirurgia, alguns até interferem na coagulação do sangue. Se houver uma inibição desse processo, o paciente pode ter hemorragia e, para contê-la, o médico terá bastante trabalho, uma vez que o paciente estará em risco.

Outros medicamentos, quando interagem com a anestesia, também podem provocar uma série de reações. Por isso informe todos os remédios que você toma para o seu médico e evite complicações mais sérias.

Pode ser que seja necessário suspender ou substituir algum medicamento. Isso provavelmente será feito em conjunto com o cirurgião e o profissional que prescreveu a medicação. Não deixe de tomar nada por conta própria também.

É preciso comprar uma série de itens para depois da cirurgia

Não basta somente realizar todos os exames, marcar a cirurgia e pedir licença no trabalho por alguns dias. Existe uma lista de produtos que você terá que ter em mão após o procedimento. A primeira delas é a cinta (o ideal é ter mais de uma). O modelo dependerá da região onde for feita a cirurgia.

A cinta, além de proteger a região lesionada – a lipo deixa hematomas, mas que somem com o tempo – vai garantir mais conforto.

Seu médico ainda deverá indicar alguns cremes dermatológicos, para ajudar na reabilitação do tecido, além de produtos para os curativos como gaze e outros.

Provavelmente, ele também passará alguns analgésicos e indicará sessões de drenagem linfática. Portanto, reserve dinheiro para isso.

Não use esmalte nas unhas no dia da cirurgia

Para monitorar a quantidade de oxigênio no corpo o médico colocará em um dos dedos do pé ou da mão, uma espécie de dedal. Se a paciente estiver com esmalte na unha, o equipamento é impedido de fazer a leitura correta. Portanto faça a remoção em casa, com todo o cuidado, pois ter informação sobre a oxigenação corporal é de suma importância para o andamento da cirurgia. Outra medida é não usar cremes corporais, pois eles também interferem no procedimento.

Tomando todos esses cuidados antes de realizar o procedimento você estará muito próximo de conseguir o resultado esperado. Ao optar pela lipoaspiração, não se esqueça de tirar todas as dúvidas com o seu médico e lembre-se que, se voltar aos mesmos maus hábitos, como comer além da conta e não praticar atividade física, a gordura pode voltar a ser um incômodo. Se você ainda tem dúvidas sobre o procedimento, a preparação a realização e o pós-operatório, deixe um comentário que lhe ajudaremos.

Adicione um comentário

*POR FAVOR, PREENCHA OS CAMPOS CORRETAMENTE.

Posts relacionados

O que é Cruroplastia?
A Cruroplastia, ou Lifting de Coxa, firma e remodela a região das coxas através da retirada do excesso de pele e gordura. O Lifting de Coxa pode ser apropriado se...
Você já ouviu falar da cirurgia hidrolipo?
Também conhecida como lipolight, lipoescultura tumescente, mini-lipo, lipo fracionada, HLPA (hidrolipoclasia aspirativa) esse procedimento é indicado para pacientes com gordura localizada que não estejam em sobrepeso exagerado. Seu objetivo é...
4 razões para fazer lipo
A busca pelo corpo ideal tem se tornado cada vez mais uma obsessão, tanto para as mulheres quanto para os homens. Para alcançar os resultados, a prática de atividades físicas...