Cirurgia do Ex-Obeso

Cirurgia do Ex-Obeso

Dentre os tratamentos pós obesidades, estão as cirurgias plásticas, retirando excessos de pele e gordura, o que proporciona melhor equilíbrio corporal e, conseqüentemente, melhoram a auto-estima e a qualidade de vida dos pacientes.

A intervenção cirúrgica de contorno corporal, após grande perda de peso, melhora a forma e o tônus do tecido subjacente, que sustenta gordura e pele, e remove o excesso de gordura e flacidez da pele. O resultado é uma aparência mais normal do corpo, com contornos suaves. Esta é, em essência, a fase final do processo de perda de peso.

  • Pacientes que completaram 1 ano de cirurgia bariátrica;
  • Que perderam mais que 75% do excesso de peso avaliado antes da cirurgia;
  • Que estejam em estabilidade de peso há, pelo menos, 18 meses;
  • Que estejam em bom estado de saúde

AVALIAÇÃO PRÉ-OPERATÓRIA

Todos os dados relativos à sua saúde serão questionados, incluindo doenças prévias ou em tratamento, uso de medicamentos, tabagismo, alergias medicamentosas, alimentares ou diversas, cirurgias prévias.

Serão solicitados alguns exames de rotina e também uma avaliação clínico-cardiológica (risco cirúrgico).

RECOMENDAÇÕES PRÉ CIRURGICAS

  • não usar, 2 semanas antes, medicamentos à base de AAS, anticoagulantes, corticóides de uso prolongado ou medicamentos para emagrecer;
  • Abstinência do fumo por 30 dias antes da operação;
  • Jejum de 8 horas antes da cirurgia;
  • comunicar ao seu médico qualquer anormalidade
  • tomar banho completo e chegar a clínica 1 hora antes da cirurgia com acompanhante.

  • Duração da cirurgia: 3h cada em média para cada procedimento realizado.
  • Tempo de internação: 1 a 2 dias.
  • Tempo médio de recuperação:
 30 a 60 dias
  • Uso de cintas elásticas durante 90 dias.
  • Próteses de Mama poderão ser necessárias para devolução do volume mamário.

É possível a realização das cirurgias associadas, porém, apenas a avaliação médica mostrará a indicação e necessidade dos procedimentos.

  • Anestesia: local e sedação ou peridural com sedação ou anestesia geral.

Avaliação nutricional é muito importante para que o paciente que se submeta à plástica pós obesidade tenha uma boa recuperação e cicatrização adequadas. Isto ocorre, pois o ex-obeso pode necessitar de maior ingestão de proteínas para se ter uma boa recuperação cirúrgica, entre outros suplementos recomendados. Por este motivo é importante a avaliação multidisciplinar de cada paciente.

  • Mantenha repouso relativo nos 7 primeiros dias.

Evite esforços por 30 dias.

  • Siga rigorosamente a prescrição médica.
  • Salvo em casos especiais, alimentação livre a partir do segundo dia, principalmente à base de proteínas (carnes, leite, ovos) e vitaminas (frutas).
  • Podem aparecer coleções liquidas (seromas – hematomas) abaixo da pele que precisam ser retiradas (procedimento ambulatorial).
  • É fundamental a massagem nas panturrilhas e exercícios físicos de membros inferiores para evitar trombose e embolia.
  • Volte ao consultório para curativos subseqüentes e controle pós-operatório nos dias e horários estipulados.
  • Após a retirada dos pontos, permaneça com o curativo de micropore por mais duas semanas.
  • Em caso de pacientes muito obesos, poderá ocorrer, após o 8° dia, a eliminação de certa quantidade de líquido amarelado ou sanguinolento, por um ou mais pontos da cicatriz. Não se preocupe, porque se isto lhe ocorrer não significa complicação.
  • Uma vez retirado o curativo, faça massagem nas cicatrizes com o creme receitado pelo médico durante 3 meses.
  • Não dirija antes de 3 semanas.
  • Provavelmente você estará se sentindo tão bem a ponto de esquecer-se que fez cirurgia recentemente. Cuidado! Esta euforia pode levar a esforços prematuros que poderá determinar certos transtornos.
  • A exposição ao sol pode ser feita após 30 dias gradativamente.
  • Os exercícios físicos moderados podem ser iniciados após 30 dias.
  • Natação, vôlei e musculação após 90 dias.

Após as explicações supracitadas, esclarecemos que em cirurgia plástica não há promessa de resultados o que, eticamente, não fazemos.

Sua cirurgia será realizada segundo técnicas cirúrgicas consagradas e publicadas cientificamente. Nossa Equipe fará o possível para garantir a qualidade do serviço e seu bem estar, porém frisamos que não prometeremos resultados, uma vez que a própria medicina não é uma ciência exata e dependeremos da sua reação orgânica pós cirúrgica para o alcance de nossos objetivos.

É comum que suas expectativas em relação à cirurgia plástica sejam maiores que os resultados obtidos, mas lembre-se que as alterações em seu corpo tornam limitadas as possibilidades da cirurgia e que ela é realizada por cirurgiões que também possuem limitações humanas.

Resultados definitivos somente devem ser considerados após 12 meses da cirurgia. As cirurgias de retoques (revisão), quando necessárias, serão aconselhadas pelo cirurgião, devendo-se respeitar o tempo necessário para a adequação dos tecidos e acomodação das cicatrizes. Os retoques não significam incapacidade técnica mas sim uma revisão cirúrgica para se alcançar resultados ainda melhores. Os custos destes possíveis retoques serão cobrados somente em relação às despesas hospitalares e de anestesista. Não serão cobrados honorários da equipe cirúrgica desde que estes retoques sejam realizados no período de 12 meses, quando sugerido pelo cirurgião.

O código de normas e condutas do cirurgião plástico da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica proíbe a exibição de fotos de pré e pós-operatório, mesmo que haja autorização do paciente. Proíbe ainda o uso de fotos de partes do corpo. A divulgação de preços e condições de pagamento em  meios de comunicação, como jornal e TV é vedada.