Qual o limite de retirada em uma lipoaspiração?

Qual o limite de retirada em uma lipoaspiração?

Perdendo somente para a prótese de mama, a lipoaspiração é a segunda cirurgia estética mais realizada no mundo. O objetivo principal da cirurgia é remover gordura localizada, e desse modo, quanto maior o volume aspirado, melhor o resultado da cirurgia. No entanto, quanto maior a lipoaspiração maior a incidência de complicações.

Quando se faz uma lipoaspiração não se retira apenas gordura, o lipoaspirado contém sangue e a solução utilizada para a infiltração. Esse é um dos principais fatores que limitam o volume a ser retirado, embora não seja o único.

No início, a lipoaspiração era realizada sem antes infiltrar uma solução nas regiões a serem tratadas. Essa técnica é conhecida como lipoaspiração “seca” e sabe-se que em torno de 25 % do volume da lipoaspiração nessa método é sangue. Assim, num volume lipoaspirado de 1000 ml , 250 ml é sangue, o que representa muito proporcionalmente.

Com o objetivo de reduzir o sangramento durante a cirurgia, realiza-se antes da lipoaspiração propriamente dita uma infiltração de uma solução na região que será lipoaspirada. Essa solução contém principalmente adrenalina, que tem ação vasoconstritora, ou seja, diminui o calibre dos vasos sanguíneos e reduz o sangramento. Com essa técnica (lipoaspiração úmida), o volume sanguíneo do lipoaspirado reduziu de 25% para 8%, o que permitiu se realizar cirurgias maiores. Na lipoaspiração úmida infiltra-se 1 ml de solução para cada 1 ml que será lipoaspirado.

Atualmente, realiza-se a lipoaspiração tumescente (superúmida), que consiste em infiltrar 2 ml de solução para cada 1 ml de gordura retirada. Nesse método, a porcentagem de sangue no lipoaspirado reduziu ainda mais, chegando a 3 %.

Embora a técnica superúmida tenha reduzido o sangramento, a lipoaspiração apresenta um limite bem definido:

O volume lipoaspirado deve ser de 5 a 7 % do peso do paciente. Por exemplo, uma paciente de 70 kg tem um faixa de segurança de 3500 ml a 4900 ml. Lembrando que deve-se lipoaspirar no máximo 40 % da superfície corpórea, ou seja, existe um limite tanto para o volume a ser lipoaspirado quanto para regiões que podem ser tratadas numa única cirurgia.

A lipoaspiração, como todo procedimento cirúrgico, possui seus riscos, porém quando bem executada e tendo seus limites respeitados é um procedimento seguro e com resultados fantásticos.

Procure seu médico de confiança e tire todas as suas dúvidas. No Premier Dia temos todo o atendimento necessário para esse e outros procedimentos!

Adicione um comentário

*POR FAVOR, PREENCHA OS CAMPOS CORRETAMENTE.

Posts relacionados

Você já marcou seu retorno pós operatório?
É importante que você saiba que todo tecido submetido a uma cirurgia plástica sofre algum tipo de lesão que precisa ser restaurada. Esse processo de restauração recebe o nome de reparação...
O que é a Onfaloplastia?
A onfaloplastia está indicada para pacientes que perderam muito peso ou passaram por efeito safona, mulheres que passaram por uma gestação. Normalmente as pessoas que acumulam excesso de gordura ou...
Cirurgia de correção de cicatriz
Muitas pacientes nos perguntam sobre a correção de cicatriz que fizemos na Julia Hennessy, portanto fizemos um post para tirar grande  parte dessas dúvidas: A Cirurgia de correção de cicatriz...